seo agency

De tudo Poesia…

with Nenhum comentário

Friedrich Nietzsche nasceu numa família luterana em 1844, sendo destinado a ser pastor como seu pai, que morreu jovem em 1849 aos 36 anos, junto com seu avô (também pastor luterano). Entretanto, Nietzsche perde a fé durante sua adolescência, e os seus estudos de filologia afastam-no da tentação teológica. Durante os seus estudos na universidade de Leipzig, a leitura de Schopenhauer (O Mundo como Vontade e Representação, 1818) vai constituir as premissas da sua vocação filosófica. Aluno brilhante, dotado de sólida formação clássica, Nietzsche é nomeado aos 25 anos professor de Filologia na universidade de Basiléia. Adota então a nacionalidade suíça. Desenvolve durante dez anos a sua acuidade filosófica no contacto com pensamento grego antigo – com predileção para os Pré-socráticos, em especial para Heráclito e Empédocles. Durante os seus anos de ensino, torna-se amigo de Jacob Burckhardt e Richard Wagner. Em 1870, compromete-se como voluntário (enfermeiro) na guerra franco-prussiana. A experiência da violência e o sofrimento chocam-no profundamente.

(Wikipedia)

Tudo parte, tudo retorna; eternamente gira a roda do ser. Tudo morre, tudo refloresce, para sempre jamais corre o ano do ser.

Tudo se parte, tudo se reintegra; eternamente se reconstrói a mesma casa do ser. Tudo se repara, tudo de novo se saúda; eternamente fiel a si mesmo permanece o anel do ser.

A cada instante o ser recomeça; em torno de cada. Aqui rola a esfera do Alhures. O centro está em toda parte. Curva é a senda da eternidade.

Assim falou Zaratustra (1885)

No comércio dos sábios e dos artistas, enganamo-nos facilmente de duas maneiras opostas: atrás de um homem sábio admirável descobrimos em muitos casos um homem medíocre; atrás de um artista medíocre, muitas vezes, um homem admirável.

Além do bem e do mal (1886)

Aquele que combate monstros deve prevenir-se para não se tornar ele próprio um monstro. Se tu olhas longamente um abismo, o abismo também olha em ti.

Além do bem e do mal (1886)

Deixe uma resposta