Sentimento do mundo

with Nenhum comentário

Tempo das Fulinhas

É tempo das folhinhas….você já ouviu, leu e viu aquelas peças de propaganda de calendário anual? As “fulinhas”- como são conhecidas – têm grande importância na vida das comunidades. Elas acabaram cumprindo o papel dos almanaques que contam as fases da lua, tempos de plantar e de colher, remédios para a mulher e estórias sobre a vida dos brasileiros, Jeca Tatu, Saci e Rio Tietê.

Todo ano eu recebo as fulinhas de Adilson aqui do Bar Danilo. Folhinhas, calendários, sempre vêm com imagens ou de santas, ou de menino dos olhos azuis ou de mulheres nuas, a serem exibidas nos locais públicos, oficinas, consultórios médicos, delegacias, postos de gasolina e açougues.

Antigamente as pessoas ficavam aguardando as melhores fulinhas: qual loja ou empresa faria uma melhor apresentação de sua coleção. A encomenda era um ano antes, quando os serviços gráficos e de tipografia eram demorados. Hoje com a computação gráfica, rapidinho se faz fulinhas, panfletos e livros. A fulinha virou uma ação cultural e tradição de final de ano. É um calendário que a gente expõe na cozinha ou na garagem a contar os dias de nossa casa. Dias de saudades. Fulinhas, discos de vinil, fogão de lenha, essas coisas que sempre nos lembra amigos.

Deixa Mariamma e Thiago chegarem aqui para que eles recebam de lembrança as fulinhas de Adilson do Bar do Danilo.

Deixe uma resposta