Da madureza do tempo

with Nenhum comentário

Desafios da Escola

Quando fui para a 5a. série, não esperava que a minha turma ficasse separada. na sala não havia ninguém conhecido aos meus olhos. Somente pude perceber uma menina que todos tinham medo pela sua fama de valentona, pois batia na gente e puxava os nossos cabelos. Ela era repetente, não pelas suas brigas mas, sabe-se lá porque, não concentrava em seus estudos.
Quando sentei em minha carteira(uma mesa e cadeira acopladas), ela sentou ao meu lado, o que me deu medo e tive vontade de sair correndo, mas, como não podia fazer isso, peguei o lápis e comecei a desenhar coisas.
Ela puxou o meu caderno, olhou duramente e pediu – quase ordenando – que eu fizesse o desenho de um cavalo de príncipe. Tremi, pois nunca havia feito o desenho de um cavalo, ainda mais cavalo de príncipe! De modo que, ante à minha indecisão e insegurança, ela insistiu grosseiramente e desenhei o tal cavalo.
Para a minha surpresa, ela gostou, pôs o seu nome e colou-o em seu caderno. Desenhou uma flor no meu caderno e durante todo o ano não fez nada comigo.
Mas a sua fama continuava, ela brigava muito com professores e alunos, mantinha-se durona e acabou saindo da escola ou sendo expulsa. Perdeu o ano, como dizemos.
E eu nunca mais consegui desenhar outro cavalo.

( Relato de Joésia Maria).

Deixe uma resposta