seo agency

Da madureza do tempo

with Nenhum comentário

A Longa Noite, o Album da dor

Reizinho, Poeta e amigo do Viola de Bolso, morador das barrancas do rio São Francisco em Ibotirama escreveu o livro “A longa noite”, 2001, descrevendo em poesia latente a luta dos companheiros no período da ditadura militar:
E a noite chegou cedo
E abraçou a cidade
E escureceu os homens
E o país dormiu um sono tenebroso
E no pesadelo, as loucuras…
Mas hoje
A noite é estrela
A cidade está em festa
A lua
Nos convida a uns acordes de amarguras...

Mas onde estão todos
E estas marcas no corpo
E estas rugas no rosto
E este louco poeta
E este ridículo profeta?!
(Reizinho).

Para nunca esquecermos que aquele Brasil, nunca mais.

Deixe uma resposta