Logo existo

with Nenhum comentário

Eu Sou

Estou à beira de um passarinho…
Na cúpula das Américas sou latino americano
No canto da sala sou o mais temido,
Irmão de Sandino, triste como o rio Bio Bio no Chile,
Sou a resistência na Baía dos Porcos,
Tupac Amaru enfrentando o invasor maldito,
Sou o sofrimento do Haiti
E a vergonha em Gauntânamo.

De longe sou a flecha certeira
e estou à beira de um passarinho.

O meu vôo me alcança na nuvem, na neve, na areia da praia,
Estou no Brasil, nas feiras do Nordeste…
Sou a América livre nas redes da literatura de cordel.

Deixe uma resposta