seo agency

Música e poesia

with Nenhum comentário

Um Anjo bateu à minha porta

Um anjo bateu à minha porta,
mulher vivida anos a fio
Por isso a conhecia
Nessa longa passagem de rio.

Ela com sua filha mais velha,
aquela de sofrimento mental
que vivia como uma aquarela
Na pipa do seu quintal.

Um anjo que estudou música
e nunca desaprendeu
Guardava em sua memória
As notas e compassos seus.

A música veio como remédio anti-depressivo
A música veio como alento pra alma
depois de anos dedicados à filha mais velha
Entre a dor e a calma.

Esse anjo bateu à minha porta
e partituras nos ofereceu
Deixou imensos cadernos de pauta
Retratos de sua vida
da música nunca esquecida.

Dos 30 anos que viveu para a filha
a música esteve presente na lida
Porém muito pouco da música provou
daquela melodia da vida.

Os cadernos de pauta e partituras deixou
Paixão dos anos vividos
Como quem doa uma dor
como quem transcende o amor
Entre arperjos e sustenidos.

Deixe uma resposta