seo agency

É tudo verdade

with Nenhum comentário

O assalto tinha tudo pra dar certo

Guaratinga é uma cidade cheia de boas estórias. Fatos verdadeiros e curiosos que aconteceram e ainda ocorrem, como aquele caso da “guerra santa”, briga de uma semana entre evangélicos e catolicos por causa de santos e sons altos ou como o caso dos homens que chegaram vendendo uma máquina de fazer dinheiro a dois moradores antigos, donos de roças de cacau que sonhavam em ficar ricos.
Ainda hoje lembro do assalto planejado e realizado por um grupo(pessoas da própria cidade) ao banco local.
Detalhe: o assalto foi realizado em plena luz do dia, e o veículo usado para transportar o dinheiro foi uma bicicleta.
Chegando ao banco, os assaltantes decidiram levar o cofre, que foi amarrado na “garupa” da bicicleta e levado para ser explodido, aberto, mexido até ser descoberto o segredo, bem lá adiante, longe dos policiais. Ou melhor, do policial, que a cidade só tinha um agente de polícia.

Bem, um outro detalhe importante é que Guaratinga é cheia de ladeiras, motivo pelo qual os assaltantes, depois de alguns quilometros andando, exaustos, decidiram tentar abrir o cofre ali, no meio do nada, no meio do mato, entre cobras e lagartos.

A cidade já estava um alvoroço para perseguir os meliantes. Como não estavam muito longe, os assaltantes ouviram o som da pequena multidão(pequena multidão é demais) e resolveram de vez deixar o cofre ao léo.

Na pequena assembléia dividiram o suor, fizeram uma avaliação sobre o que deu errado, contaram as moedas em seus bolsos e combinaram se encontrar mais tarde, na mesa do bar lá do mercado de carnes, onde tem um boteco, sim, porque depois da fuga ficariam cansados e bem que mereciam tomar uns goles.

Deixe uma resposta