POEMAS DE MEIO-FIO LANÇADO!!!

with Nenhum comentário

Poemas de Meio-fio foi lançado no outono de 2009 pelo poeta George Ardilles na capital da Parahyba. Depois de muitas dificuldades para encontrar editoras a preços acessíveis e de boa qualidade, a Sal da Terra Editora firmou contrato com o poeta para a realização desta obra intrigante sob o ponto de vista da diagramação, que foi realizado pelo poeta e músico Tone Ely. A criação da própria letra do autor como fonte para compor o livro, dá um caráter mais pessoal e original à obra. Associada ao próprio título do livro, as fontes entregam um nervosismo de ruas movimentadas por carros, e calçadas onde madames e putas vivem suas vidas de burocracias, curvando os olhos à sarjeta que guarda “a terceira margem do poema”.
Suas poesias incorporam o cotidiano cru da vida moderna em sua contradição com a tradição. Versos que ganham vida em sua sensibilidade dando um toque de leveza e originalidade. São poesias nostálgicas, levando o leitor a um mundo solitátio revestido “da palavra e seu cúmplice”.

Reunamos nas folhas dos eucaliptos mortos, rabiscos nervosos e loucos por romper a falsidade e o moralismo da finesse literária.
Das avenidas, somos becos. Das madames, somos putas. Do urbano, sou rural. Do sul, sou nordeste.
Somos as margens dos papéis em branco. Dos rios que secaram com tuas mãos. Somos o que por ventura independe de teus aplausos ou esmolas. Somos a margem estreita que pulsa sussurrando por debaixo dos paralelepípedos de tuas metrópoles.
Somos humanos!

Por: Clareanna V. Santana

QUEM QUISER ADQUIRIR UM EXEMPLAR É SÓ ENTRAR EM CONTATO: georgeardilles@yahoo.com.br

Deixe uma resposta