seo agency

Contos do Brasil

with Nenhum comentário

Quando o macaco perdeu a banana*

No tempo em que os bichos falavam ou em que todo mundo já foi bicho e era uma confusão, se assucedeu um causo assim:

O macaco estava comendo uma banana num galho de pau, quando a fruta lhe escorregou da mão e caiu num oco da árvore.
O macaco desceu e pediu que o pau lhe desse a banana:
– pau me dá minha banana!
O pé de pau nem ligou. O macaco foi ter com o ferreiro e pediu que viesse com o machado cortar o pau.
– Ferreiro, traga o machado para cortar o pau que ficou com a banana!
O ferreiro nem se importou. O macaco procurou o soldado a quem pediu que prendesse o ferreiro. O soldado não quis.
O macaco foi ao rei para mandar o soldado prender o ferreiro para este ir com o machado cortar o pau que tinha a banana. O rei não prestou atenção. O macaco apelou para a rainha. A rainha não ouviu. O macaco foi ao rato para este roer a roupa da rainha. O rato recusou.
O macaco recorreu ao gato para comer o rato. O gato nem ligou. O macaco foi ao cachorro para morder o gato. O cachorro recusou. O macaco procurou a onça para comer o cachorro. A onça nem esteve pelos autos.
O macaco foi ao caçador para matar a onça. O caçador se negou.
O macaco foi até a Morte.
A morte ficou com pena do macaco e ameaçou o caçador, este procurou a onça, que perseguiu o cachorro, que seguiu o gato, que correu atrás do rato, que quis roer a roupa da rainha, que mandou no rei, que ordenou ao soldado, que quis prender o ferreiro, que cortou com o machado o pau onde o macaco tirou a banana e comeu.

* Benventura de Araujo, Natal -RN
(recolhido por Camara Cascudo)
.

Deixe uma resposta