seo agency

Poesia

with Nenhum comentário

George Ardilles
é daquele poeta-pessoa que, ao conhecermos – criador e criatura – ficamos contentes.
Jovem, ele amadurece seu poema e caminha em sua poesia para crescer na vida. O Viola recomenda: poemas de meio fio para todos, antes que o atropelo do mundo te leve!

FATALIDADE

O coco caiu
na cabeça do rapaz.
O coco se abriu
e nunca mais.

* G.Ardilles, em “Poemas de Meio fio”, Ed.Sal da Terra, 2009.

Deixe uma resposta