Conferências municipais de Cultura

with Nenhum comentário

Essa é a nossa vez

As Conferencias municipais de Cultura estão acontecendo nos Territórios de Identidades. Nos 21 municípios do Território extremo sul da Bahia já temos notícias de boa movimentação em torno da temática cultural e, em outras localidades, infelizmente, falta muito para a mobilização dos cidadãos. Em alguns municípios, a própria administração pública desconhece o processo de instalação da Conferência, por falta de interesse ou descaso com as questões culturais, lamentavelmente.
O fato é que um novo processo político e social está ocorrendo, de mobilização, discussão e proposição, numa perspectiva de apresentação de propostas para as políticas públicas de cultura em todo o País. Neste sentido, a voz e a ação dos municípios são fundamentais, locus de todo fazer cultural.
A abrangência – mesmo com as dificuldades – deverá ser a mais completa possível e aos poucos os cidadãos começam a se acostumar em participar de forma mais efetiva e direta.
Para o interior, este processo é tão novo, que até muitos grupos de cultura, artistas e produtores culturais não se interessam e acham que nada disso tem que ver com o que eles fazem ou deixam de fazer.
Pena, porque mais tarde – quer queira quer não – somente participando é que todos poderemos contemplar as nossas propostas e ações.
Isso vale também para as prefeituras que relegam as políticas culturais para plano nenhum.

Deixe uma resposta