seo agency

O Livro, o Gibi e a Amizade

with Nenhum comentário

Em 33 anos intermediando a leitura e aguçando o mundo dos livros.
O Calçadão já não é mais o mesmo. Perdeu o seu tempo de glamour, mas banca da Amizade ainda permanece. Entre um livro e um Gibi, a moça sonha com os romances de “sabrina.”


O calçadão Lions não é mais o mesmo, mas a banca continua lá.
São trinta e três anos de existência no mesmo local, anos a fio impedindo que o livro durma ou descanse empoeirado. O livreiro tem a sua excelência e guarda a memória do pioneiro da Banca da Amizade, em pleno centro de Eunápolis.
Entra prefeito sai prefeito, abre-se loja fecha-se loja e o mundo mercantil, os CDL’s da vida nem nota aquele empreendedor certo, que comercializa livros, contribui com o saber e dribla as crises.
Quem gosta de ler livros sempre visita a banca da Amizade.
No mundo atual, do universo midiático a banca resiste, porque o livro não morrerá nunca.

Deixe uma resposta