Belmonte cria Memorial em homenagem ao poeta do mar

with Nenhum comentário

O dia 17 de dezembro um ato de reconhecimento com a assinatura do prefeito e por iniciativa do Legislativo de Belmonte, foi criado o Memorial Sosígenes Costa, uma justa homenagem ao poeta dos Sonetos Pavônicos.

Sosígenes Costa publicou(na verdade, amigos seus forçaram a barra para que ele publicasse) o livro Obra Poética em 1959 pela Editora Leitura S.A e Iararana em 1979 pela Cultrix, momento em teve a sua obra analisada pelo poeta paulistano José Paulo Paes, no ensaio Pavão Parlenda, Paraíso – Uma tentativa de descrição crítica da poesia de Sosígenes Costa, ajudando a divulgar os versos do poeta belmontense.

Em novembro de 2010 completou 42 anos da morte do poeta do mar e a criação do Memorial,  é um marco histórico para  a Bahia e para Belmonte especialmente.

Foi com este sentimento que a solenidade na noite de sexta feira, 17, o Cine teatro de Belmonte recebeu Cyro de Mattos, Gustavo Felicíssimo, ambos os poetas Itabunenses, além do recital poético, declamado por Afrânio de Matos. A comunidade local marcou presença, completando a beleza da noite.

Fala de Cyro de Mattos sobre a poesia de Sosígenes

Deixe uma resposta