Brasil da diversidade

with Nenhum comentário

Que língua é a  sua?

Ainda é recente a errada afirmação que o Brasil era uma nação em que só se falava o português. Essa aparente afirmação enganosa vinha carregada de preconceito e negação da diversidade cultural e das diversas línguas faladas em nosso país. Unidade lingüística não existe.

No Brasil são faladas mais de duzentas línguas, sobretudo as indígenas, mas em cada região brasileira também se constatam dialetos regionais de origem africana, cigana ou até grupos e comunidades de imigrantes – europeus ou asiáticos – que mantém seu idioma de origem.

A falta desse reconhecimento – da diversidade lingüística no Brasil – cria enormes problemas, abismos na comunicação e altera a possibilidade de mudanças, a começar pelo ensino educacional que insiste na ‘norma culta’ a perpetuar o preconceito.

Tem que falar direito menino! Quantas vezes o indiozinho ouviu na escola essa intempestiva puxada de orelha. E assim se viu amedrontado a voltar na sala de aula, onde era alvo de chacota. Preferiu ficar sem escola.

Lembro que eu morava vizinho a uma família de negros; Os filhos dessa família, nossos amigos de brincadeira e imaginação, tinham um falar estranho e davam às coisas, nomes diferentes que nos faziam rir. Depois de décadas, ficamos sabendo que era a reminiscência de um dialeto africano. Manuel era manuê; facão era facon; Bicicleta era baputan; Dendê era djendê e assim muitas outras palavras ganhavam forma.

Ainda guardo em meu inconsciente e treino sempre as palavras soltas proferidas pelos meninos, mantendo acesa a chama da imaginação e a lembrança daquele tempo.

Deixe uma resposta