PONTO DE CULTURA COMO PRÁTICA DA LIBERDADE

with Nenhum comentário

VIVÊNCIA CULTURAL –

Espaço de dialogo, troca de idéias e construção da cidadania, as Vivências Culturais tem dado o tom do que o Viola de Bolso sinaliza como resultados esperados de sua ação sócio-cultural, a partir dos seus projetos culturais, sobretudo as atividades em torno do projeto Ponto de Cultura “Memória Afirmação e Futuro”, com apoio da Secretaria Estadual de Cultura da Bahia – Secult/BA.

Se a esperança – mais que perceber os resultados – é fazer com que crianças, jovens e cidadãos em geral, tenham um espaço para-além do mero divertimento, que sirva de referencia em arte-educação e potencialize as expressões individuais e coletivas, isso é que temos visto e que anima e fortalece a vontade dos seus realizadores, a buscar novos apoios e a ampliar as ações.

As Vivências Culturais(veja as fotos aqui) é o elo entre a prática artística e o pensamento crítico em elaboração, em colaboração e também em exercício corporal. É também uma alfabetização cultural, no sentido da trabalhar as possibilidades criativas da cultura, a partir do conhecimento mútuo e do respeito às diferenças do outro ou de grupos específicos.

Na prática, cada Oficina de Artes é composta por três aulas na semana. Uma delas, é a Vivência Cultural, ministrada e mediada pelo professor de história do Ifba- Eunpaolis, Erahsto Felício*, em colaboração com cada oficineiro no Ponto de Cultura.

Assim, vai florescendo uma pedagogia da liberdade.

*O professor atua no ponto de cultura fruto de uma parceria com o IFBA-Eunápolis.

Deixe uma resposta