O DESTINO DA FÉ –

with Nenhum comentário

A Romaria a Bom Jesus da Lapa, no sudoeste da Bahia ainda é o destino da fé de muita gente. Pagar promessas, revitalizar laços religiosos, rever parentes, participar do comércio local, são uns dos motivos que levam homens e mulheres à Lapa.

A partir de diversos contatos com comunidades onde a religiosidade é eixo de ajuntamento das pessoas e diferentes expressões culturais se vinculam aos ciclos festeiros dos  santos, podemos perceber que todos os caminhos levam a bom Jesus da Lapa.

Em Cabrália, no povoado chamado Guaiu, seu Esmeraldo trabalha o ano todo, celebrando em um santuário na sua terrinha, o dia de São Sebastião, 20 de janeiro pensando em 06 de agosto, data que celebra o Senhor Bom Jesus da Lapa.

Em Eunápolis, são diversas comunidades nos bairros da cidade que mantém anualmente as festas e rituais dos santos católicos, para depois confluir na viagem à Lapa, em agosto.

Todos os destinos levam a Bom Jesus da Lapa. Já são várias noites que ouvimos o pipocar dos fogos de artifícios, os ônibus saindo cheios de romeiros e o colorido dos chapéus em fitas.

A fé é o motivo. E se repararmos bem, são diversos credos e muitas comunidades resistindo, em contraste com a enfadonha e arcaica estrutura religiosa da igreja católica e sua fútil, mas engenhosa forma de alienar o povo.

Deixe uma resposta