seo agency

Telmo Padilha

with Nenhum comentário

RIMA –

A palavra amor

já não rima com flor:

outra é sua correspondente

na escala do som,

na escala do ritmo.

Pode-se combiná-la

com calor, noutro plano;

ou com identidade,

aquela que mente

à outra verdade.

Com cal e giz

a escrevemos

no poema

antes que apague.

* Telmo Padilha nasceu em Itabuna, a 5 de maio de 1930. Foi jornalista e Membro da Academia de Letras de Ilhéus, por indicação de Adonias Filho. Publicou os seguintes livros: “Girassol do Espanto”(1956); “Ementário”(1974); “Onde tombam os pássaros”(1974); “Pássaro da Noite” (1977); “Canto Rouco”(1977); “O Rio”(1977); “Vôo Absoluto” (1977); “Poesia Encontrada”(1978); “Travessia”(1979); “Punhal no Escuro”(1980) e “Noite contra Noite” (1980), todos no melhor gênero da poesia. Muitas obras de sua autoria foram traduzidas para o italiano, o espanhol, o inglês, o francês, o alemão e o japonês.

Deixe uma resposta