Viola de Bolso e Instituto Aganju buscam parceria em projetos culturais

with Nenhum comentário

Reunidos no dia 18 de maio em Eitapebi, representantes do Viola de Bolso, de Eunápolis e do Instituto Aganju, de Itapebi no extremo sul da Bahia fizeram um bate papo sobre os Editais públicos lançados pela Secretaria Estadual de Cultura – Secult/BA, na perspectiva de construírem projetos culturais que envolvam as linhas de ação com as quais as duas instituições trabalham. O Instituto Aganju, entidade de caráter cultural e identidade Afrobrasileira, vem firmando um trabalho comunitário na periferia de Itapebi, onde mantem a sua sede, um terreiro de religião de matriz africana, reunindo artesãs, professores e assistentes sociais que atuam de forma independente ou contando com apoios pontuais de colaboradores.

Já o Viola de Bolso Arte e Memória Cultural mantém o seu Espaço Cultural em Eunápolis e desenvolve atividades de formação artística cultural a partir do seu projeto de Ponto de Cultura, conveniado com A Secult/BA.

As duas instituições planejam apresentar projetos conjuntos em favor das culturas locais, para o fortalecimento da cidadania e das lutas das comunidades com as quais estão envolvidas.

Deixe uma resposta