Inaugurada a Biblioteca Alcides Lacerda

with Nenhum comentário

A Solenidade de abertura da Biblioteca Alcides Lacerda foi com uma programação artística e não poderia ser diferente, em se tratando de figura marcante que foi Alcides Lacerda e quão expressiva, diversa e vasta  é a sua obra literária. Recebemos um público animado e atento. Jovens estudantes da escola municipal Humberto de Campos, pesquisadores, muitas crianças e membros da família do escritor.

Sumário Santana abriu refletindo e lançando uma provocação, ao dizer que nesse momento em que a criação de bibliotecas não tem sido a pauta da sociedade infelizmente, e sim do poder público, o desafio lançado pelo Viola de Bolso deve ser abraçado por Eunápolis, para rever a sua história e homenagear os seus precursores.  E  Por isso temos que buscar inspirações em ideias criativas e em pessoas; pessoas de agora e pessoas de outrora.

Uma dessas pessoas é Alcides Lacerda, a quem homenageamos nesta noite, sob a anuência de suas filhas e toda a sua Família. Por isso pedimos a benção a Tia Ninete, esposa do escritor e tronco vivo da família, concluiu Sumário.

Em seguida  o público assistiu o documentário curta de animação francês “Os fantásticos livros voadores do Senhor Lessmore.”

 

Após o filme formou-se uma Roda de Bate papo sobre a obra do escritor, com as seguintes pessoas:

  • Raquel Galvão, representante da Secult Bahia para a região Macroterritório de cultura(sul, baixo sul, costa do descobrimento e extremo sul da Bahia) falou das políticas culturais na Bahia e da importância de ações voltadas para o incentivo à leitura.
  • Mariamma Fonseca, assessora de imprensa do Viola de Bolso e idealizadora da Gibiteca Angelo Agostini, lembrou do Prêmio de Pontos de Leitura que recebeu da Fundação Pedro Calmon e que foi fundamental para fortalecer a ideia de uma Biblioteca no Espaço cultural do Viola de Bolso, com destaque para a Gibiteca Agostini.
  • João Rafael, estudante de história da Uneb-Eunápolis, leitor estudioso da obra de Alcides Lacerda.
  • Leslie Batista, ex-vereadora e filha de Alcides Lacerda.
  • Maureen Lacerda, secretária municipal de Educação e também filha de Alcides Lacerda.

 

Enquanto isso, a meninada visitava o espaço de leitura, folheando HQ´s e revistas,  sentindo-se  bem à vontade. As pessoas puderam  observar o acervo literário e  atraídos pela leitura dos livros que compõem a Biblioteca.

Houve  manifestações de agradecimentos pelo carinho, apoio e disponibilidade com que a família tem recebido a equipe do Viola de Bolso ao dispor o acervo familiar e pessoal de Alcides Lacerda.

Agradecemos também a todos que participaram e participam desse projeto, na organização desse evento na perpetuação desse espaço em favor da leitura e da arte local.

Agradecemos às jovens multiplicadoras de cultura, Ayala, Flávia e Queila.

Agradecemos a Regiomar, Cátia, Anselmo, Marquinhos, Aline, Zene, Walisson Maia, Joésia, Claudinha, Moana, Bujão, João, Suany e a sua turminha de teatro lúdico.

Agradecemos  ao site Rota51 pela cobertura.

Junior e Siton fizeram um belo recital, aliando música e poemas inspirados na literatura de cordel.

A Biblioteca Alcides Lacerda estará aberta para visitação, leitura, estudo e pesquisa de segunda a sexta entre  9h a 17h, sendo que nas sextas-feiras ocorrerão as Rodas de Leitura, com atividades lúdicas, sessão de filmes de animação e contação de histórias sob a coordenação  do professor  Regiomar.

 

Deixe uma resposta