Tempo de poesia

with Nenhum comentário

A CASA E A MOÇA

 

Esta casa que me encanta

Entre telhas, entre tempos

É da moça na janela.

Em ocasião de visita passamos por ela,

Reinventando a arte de povoar sonhos em povoados,

A entretê-las( a casa e a moça).

Números camuflados com tinta na parede

A casa guarda um coração na porta.

Enquanto a casa quase nos espia,

A moça encabulada, evita a fotografia.

Deixe uma resposta