Caminhada Cultural contra o espanto e a indiferença

with Nenhum comentário

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Sábado dia 04 de maio o Viola de Bolso fez uma caminhada cultural pelas ruas do centro da cidade. A opção de  fazer esse tipo de evento no centro da cidade dá-se pelo simples fato da proximidade do local/sede do espaço cultural com o centro da cidade e talvez pelo perfil da manifestação, que é mais de expressão lúdica do que celebração. Ainda assim  a Caminhada cultural traz reflexão e inspira celebração, pois cumpre um ritual de alegria, entrega e compartilhamento das diversas expressões das pessoas, artistas, ativistas e simpatizantes da ação cultural desenvolvida pelo Viola de Bolso.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Essa foi a terceira edição do evento, apesar de muitas vezes os ativistas culturais estarem pelas ruas e mesmo assim a cidade ainda se mostra indiferente, alheia e insensível  ao que vê , apesar do colorido e da alegria da meninada. A cidade ainda tem medo da liberdade e da expressão, não tem o costume da manifestação lúdica de rua nem consegue infelizmente se desvencilhar dos velhos preconceitos, a preferir a ferrugem da estrutura mental que mantém o (des)pensamento a difamar: “ali são um bando de sem o que fazer”;  “são uns doidos atrapalhando o transito”; “vagabundos que não querem trabalhar”,  perolas da ignorância.

Isso existe mesmo gente.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

O cortejo navegou por entre 06 ruas e duas praças, uns dois quilômetros, na manhã do sábado de sol maravilhoso. Não recebeu um aplauso onde passou, nenhuma pessoa se arriscou a cumprimentar quem quer que seja da caminhada e os poucos trabalhadores do comércio local se limitou a expressar espanto ou escárnio.

DSC03423

A exceção foi na praça da bandeira, ultima parada. Ali em geral concentramos as performances e apresentações das turmas que participam do cortejo. Em geral curiosos aparecem e algumas pessoas que conhecem o trabalho do Viola de Bolso e também se surpreendem pela expressividade de cores que a cultura viva mantém.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Como as fotos comprovam, foi um belo movimento cultural em uma manhã de sol de maio, expressões tão necessárias nos dias de hoje, onde as manchetes de sangue tem sido a regra geral, a violência tem sido a banalização e a indiferença o sentimento notável das pessoas ditas comuns. Mas essas verdades devem ser destruídas e somente a arte deve cumprir esse papel. Sem medo de ser feliz.

 

 

 

Deixe uma resposta