A arte de Rildo Foge

with Nenhum comentário

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Nesta quinta-feira, 25 de julho, o artista plástico Rildo Foge lança em Ilhéus a intervenção urbana Por uma Ilhéus mais Viva, em que, utilizando a técnica do grafite, ele retrata cenas cotidianas das décadas de 1920 e 30, quando o povo grapiúna vivenciava o apogeu da lavoura cacaueira. Ao todo, serão oito painéis em muros e paredões de imóveis públicos e privados, autorizados pelos seus proprietários ou responsáveis, espalhados pela cidade do Litoral do Sul da Bahia.

O trabalho foi contemplado pela 1ª Chamada de 2013 do edital Calendário das Artes, da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Anteriormente, o artista realizou o projeto com recursos próprios.

Desta vez, o apoio permitiu a ampliação das obras de arte urbana. A iniciativa conta ainda com apoio do Teatro Popular de Ilhéus. Além dos painéis, será criado um folheto com fotos, informações e localização dos painéis para facilitar o acesso a eles. A maior parte está no Centro Histórico e pontos turísticos da cidade.

Painel-de-Rildo-Foge-na-Ponta-da-Pedra-foto-Karoline-Vital-2
Painel de Rildo Foge na Ponta da Pedra. foto: Karoline Vital

Sobre o Calendário das Artes – Mecanismo de incentivo a projetos artísticos e culturais de pequeno porte na Bahia, o Calendário das Artes objetiva estimular o desenvolvimento das artes no estado. Concedendo prêmios de até R$ 13 mil, o edital abrange as áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas.

Mesmo carecendo de ajustes, o edital já contemplou alguns artistas da região sul e extremo sul da Bahia. O problema desses editais é que demora muito a chegar nos grupos ou artistas populares, que passam muitas necessidades para ver os seus trabalhos reconhecidos. O estado Reconhecer o trabalho de Rildo Foge na Bahia é um avanço e sobretudo, é fruto da invejável capacidade que Rildo Foge e a sua equipe tem em retratar as realidades locais, pela sua sensibilidade e poética do coração.

Em Eunápolis, Rildo Foge construiu o mural no Espaço Cultural do Viola de Bolso por ocasião de realização da IV Semana de Arte em agosto de 2011 e realizou uma oficina.

Fonte: site da Secult Bahia

Deixe uma resposta