Oficina de Circo

with Nenhum comentário

circo1

Uma vivência cultural com atividades circenses fez a alegria e instigou o imaginário da turminha da oficina de teatro lúdico do Viola de bolso nesta segunda-feira (05/08). Ministrada pelas malabaristas e palhaças Sara Peper, de Buenos Aires e Ludmila Benquerer, de Belo Horizonte, a meninada acompanhou os exercícios corporais, as performances que são apropriadas para a atividade circense e práticas lúdicas. Em seguida, o grupo vivenciou o desafio de realizar pequenas acrobacias no tecido, devidamente instalado no interior do espaço cultural.

circo2

Vale ressaltar que a transmissão dos saberes circense ocorre, predominantemente, por meio da tradição oral, e os estímulos empíricos garantem a sua perpetuação.

“A arte circense vem ganhando muitos adeptos e o tecido acrobático, devido à sua beleza estética, tem sido um grande atrativo. Estes novos sujeitos, na maioria das vezes, adentram a esfera das técnicas circenses por intermédio de escolas de circo, as quais facilitam o acesso aos saberes circenses por parte de pessoas isentas da tradição familiar. Este processo se acentuou nas décadas de 80 e 90 e nos dias atuais já temos artistas e professores, neste caso de tecido acrobático, provenientes desse processo. O modelo de ensino/aprendizagem observado nas escolas de circo, se aproxima mais das estruturas metodológicas de ensinos a que estamos habituados. Atualmente dentro dos circos visitados as técnicas referentes ao tecido circense estão sempre a cargo dos mais jovens, e são estes que, a sua maneira, repassam o conhecimento ao aprendiz. A figura do professor, de tecido, efetivamente não está posta, a repassagem deste conhecimento se dá de maneira espontânea por parte do detentor da técnica atendendo a uma demanda e cessando caso esta não exista.”

Na Bahia, a arte circense também tem crescido em diferentes regiões. O Viola de Bolso não atua diretamente com expressões circenses, mas vez ou outra realiza atividades na área. Em 2010 o Viola de Bolso produziu o Circo sem Lona, um espetáculo cênico que reunia a arte do malabares, dança, mágica e teatro. Veja as fotos do Circo sem Lona aqui e as fotos da Vivência aqui.
Fonte: http://www.sbpcnet.org.br/livro/58ra/SENIOR/RESUMOS/resumo_1160.html

Deixe uma resposta