Viola participa de Festival em Ibotirama

with Nenhum comentário

ibitirama

Em Ibotirama, cidade banhada pelo rio São  Francisco, acontece anualmente um Festival de cultura que alia música e poesia e atrai artistas de várias partes do país. Esta foi a sua 37ª edição e destas, o Viola de Bolso esteve apenas duas vezes, dois anos. Sempre em agosto, este ano participamos com uma maior intensidade, buscando intercambiar experiências, conhecer novos ativistas culturais e articular ações conjuntas. Sob a liderança dos irmãos Reginaldo Pereira e Rezinho, ambos ativistas culturais de longas datas e defensores da cidade, o festival de Ibotirama – como é conhecido – acontece intercalando etapas locais de música e poesia e finaliza com a participação de artistas de outros lugares do Brasil, disputando uma boa premiação, decidida ali mesmo, por um corpo de jurados ao final das apresentações. Reginaldo é o secretário municipal de cultura e Reizinho é cineasta e diretor do cetepes(antigo colégio modelo) em Ibotirama. Os dois mantém uma rede de articulação política cultural que impulsiona as ações culturais na região e aglutina muitas pessoas, artistas, grupos culturais comunitários e produtores. Na casa deles conhecemos muitos poetas e cantadores, gente de literatura, artesãos e agentes culturais de municípios do oeste da Bahia, em que pudemos conversar, recitar poesia e cantar cantigas de esperança e de lutas.

barcoescola

Um Severino do barco e da escola

Na margem do Velho Chico, em pleno centro de Ibotirama, subimos o vapor “São Salvador”, onde encontramos o educador popular Severino. Ele nos conta que o “São Salvador era um barco que estava ancorado há décadas em Pirapora-MG, quase em extinção, recuperado em 1985 e transformado em Barco-escola pela administração municipal de Ibotirama à época.” Passamos a manhã de sexta feira, 16/08 visitando o barco escola, quando fomos recebidos por Severino, responsável pelo espaço cultural do Barco, nos mostrando a biblioteca,  a sala de apresentação musical, a sala de projeção de filmes e mais dois pisos do antigo barco. Severino nos conta que é pernambucano e aportou em Ibotirama na década de 1960, sendo professor, funcionário público com longa experiência em educação campesina e atualmente responsável por atividades educativas culturais no barco escola.

Na noite de sexta feira,18/08, o Viola de Bolso fez uma apresentação musical na praça de eventos na beira do Velho Chico. veja as fotos

http://www.flickr.com/photos/violadebolso/

Deixe uma resposta