Ato Cultural – 50 anos do Golpe de 64

with Nenhum comentário

 

ato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aos movimentos sociais em Eunápolis, estudantes, Coletivos culturais, comunidades Campesinas, Professores, Imprensa em geral

 

O Viola de Bolso Arte e memória Cultural, instituição cultural que atua na promoção da cultura local, do pensamento e memória regional, vem mui respeitosamente Convidar esta entidade e solicitar o apoio na divulgação do evento intitulado “Ato cultural 50 anos de luta contra a ditadura civil-militar”, a se realizar no dia 31 de março/14, as 19h na praça dr. Gusmão em frente ao Espaço Cultural do Viola de Bolso.

 

O ATO CULTURAL CONTRA O GOLPE DE 64, é o Marco inicial da programação que está sendo organizada para acontecer entre março a setembro/14, pelo Viola de Bolso juntamente com outras instituições de Eunápolis(como a APLB; o Cepedes; Coletivos culturais; grêmios estudantis,  dentre outros).

 

A proposta do Viola de Bolso é que a partir desse ato seja formada uma Comissão promotora e organizadora das diversas ações em memória aos acontecimentos da luta contra a ditadura militar. Já estão previstas ações para o final de abril até 1º de maio. Ciclos de Palestras e Seminários com estudiosos e personalidades ligadas à Comissão da Verdade; Atos públicos, shows musicais, espetáculos teatrais e filmes sobre o tema serão parte da programação  que vai até setembro/14.

 

O Golpe de 64 como é conhecido, abortou processos democráticos e experiências de liberdade. O País inteiro tem realizado eventos de reflexão e debates, analisando as interfaces dos acontecimentos nos anos de chumbo.

 

Por isso estamos convidando professores, estudantes, artistas, ativistas culturais, lideranças campesinas e de comunidades urbanas, lideranças políticas, jornalistas, a se fazer presente.

 

Música, poesia e Cinema marcam a abertura do evento.

 

Participe!

 

O que: Ato cultural 50 anos de luta contra a ditadura civil-militar

 

Local: Praça dr. Gusmão, em frente ao espaço cultural do Viola de Bolso.

 

Dia: 31 de março, segunda feira.

 

Hora: a partir das 19h.

 

Programação:

 

* Abertura com a Palavra da memória e a poética da resistência. Falas de militantes e ativistas culturais.

 

* Filme: Documentário “Enquanto a tristeza não vem”, de Marcos Fialho; com fotografia de Mônica Haar. 26’.

 

Música com:

 

* Dr. Gonzo

 

* Viola de Bolso

 

* Estrovenga

 

Saiba mais sobre a Comis. Nac. da Verdade acessando  Comissão Nacional da Verdade

 

Deixe uma resposta