Grãos de Luz e Griô lança Edital

with Nenhum comentário
ouvindo histórias
ouvindo histórias

O Grãos de Luz e Griô, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, torna público o edital para seleção e concessão de bolsas para Mestres Griôs e Griôs Aprendizes, com o objetivo de selecionar propostas de práticas e projetos educativos e culturais que regulamentarão o fundo de Bolsas de Incentivo Griô do Projeto Ação Griô Bahia, para instituir a Política Estadual de transmissão oral em diálogo com a educação formal, fortalecer a identidade e ancestralidade do povo brasileiro e registrar os/as Mestres Griôs e os/as Griôs Aprendizes em atuação na Bahia.

O período de inscrição é de 01 a 30 de abril de 2015 e serão selecionadas 27 (vinte e sete) propostas de grupos, povos e comunidades de tradição oral, organizações da sociedade civil, Pontos de Cultura do estado da Bahia que apresentem práticas e projetos educativos e culturais de transmissão oral em diálogo com escolas e universidades públicas, reconhecendo o lugar social, político e econômico dos Mestres Griôs e Griôs Aprendizes na educação. Cada proposta deve apresentar um Mestre Griô e um Griô Aprendiz que receberão as bolsas de incentivo griô no valor de R$380,00 durante 12 meses.

A novidade do edital é que a proposta poderá ser enviada por meio impresso ou escrito a punho (à mão), ou ainda por meio de arquivo de áudio (fita, cd ou pendrive), audiovisual (dvd ou pendrive).

Os objetivos deste edital têm referências nas prioridades políticas definidas na III conferência estadual de Cultura da Bahia de 2009 e na Conferência Nacional de Cultura de 2010, sendo destaque na consulta pública das metas do Plano Nacional de Cultura em 2011, com referências também no projeto de Lei Griô que está em tramitação na Assembléia Legislativa da Bahia e no Congresso Nacional e nos editais lançados pelo Ministério da Cultura em 2006 e 2009.

P1000209

A proposta poderá ser enviada pelo/a Griô Aprendiz ou pelo/a Mestre Griô de grupos, povos e comunidades de tradição oral, organizações da sociedade civil, Pontos de Cultura do estado da Bahia, sejam elas indígenas, quilombolas, de terreiro, ciganos, ribeirinhos, de assentamento, parteiras, reisados, capoeiras, marujadas, jarê, cordelistas, curadores, artesãos, cantadores e tocadores de instrumentos tradicionais e outros.

Acesse ao Edital aqui

Para acessar a Ficha de Inscrição clique aqui

 

Deixe uma resposta