Dois meses do projeto sem uma resposta sequer

with 3 Comentários
imagem da campanha

Dois meses de apresentação do Projeto “A Cultura tem futuro” e nada

Em meio à publicação do resultado da pesquisa do IPEA, que mostra Eunápolis como a segunda cidade mais violenta da Bahia, continuamos a enfatizar a necessidade de as instituições públicas e privadas discutirem um projeto cultural para a cidade, projeto este que passa pelo diálogo com os diversos segmentos culturais, com a juventude e com as escolas públicas. O caminho já está sendo trilhado…

Como boa provocação e pontapé inicial o Viola de Bolso Arte e memória Cultural protocolou na administração municipal(secretarias de governo e de Educação) dia 19 de abril/18, a proposta de projeto para Eunápolis, intitulada “A Cultura tem futuro”, cujas ações aglutinariam os segmentos da cultura local, as ações existentes, provocando que o poder público, o legislativo municipal e setores do empresariado pudessem se envolver em um esforço comum.

Ao mesmo tempo, o projeto propõe refletir sobre o papel da imprensa, o fortalecimento dos espaços de cultura e um calendário de ações emergenciais, haja visto o largo passivo e a não implementação das leis vigentes de cultura no município.

Mas nenhuma manifestação se ouviu até o momento sobre a proposta. Porque?

Por vários motivos, dentre eles, pela falta de entendimento sobre o papel crucial da cultura no seio da sociedade moderna. A maquina pública e os seus agentes locais acreditam que tem muitas demandas burocráticas, tem outras prioridades, etc, relegando à cultura, à política pública de cultura o vazio como lugar.

Mesmo assim, as ações do projeto continuam e os seus propositores aos poucos vão apresentando as peças do projeto.

Ainda estamos na fase da sensibilização junto à sociedade sobre o projeto. Tivemos dois Seminários após a entrega da proposta ao poder público, fizemos um material de comunicação em pouca quantidade que já circula e que vamos fazendo aos poucos. Além disso, teremos mais um Seminário que vai discutir e formular novas ações: Uma, no plano da ação urbana e outra no plano da comunicação cultural. Não vamos falar delas aqui, porque serão surpresas.

Qualquer pessoa pode participar e aderir ao projeto. Basta visitar o Espaço Cultural do Viola de Bolso, à praça dr. Gusmão 38 – Eunápolis, solicitar o material da Campanha, conhecer as bases do projeto, opinar, contribuir e propor ações.

Veja um resumo aqui.

3 Respostas

  1. JOSE NELSON P MICHELENA
    | Responder

    Lamentável a falta de atenção a cultura, que tem enorme condição de melhorar a qualidade de vida da população. Vamos lá Prefeito abra o olho pra Eunápolis, pra Cultura.

  2. Regina Celia do ESPIRITO Santo
    | Responder

    Louvavel a ação! Ñ desanimem!

    • violadebolso
      | Responder

      Estamos juntos nessa!

Deixe uma resposta