mulher preta e líder por moradia

with Nenhum comentário

Narrativas da cidade, dia 11 de novembro, domingo da consciência negra:

Dona Udda, mulher preta, foi liderança na luta por moradia em Eunápolis

No começo da década de 1960, o povoado de Eunápolis começava a crescer.

Uma ocupação do lado sul do córrego do gravatá movimentava o lugar, onde mais tarde seria o bairro dr. Gusmão. Por enquanto o lugar ganhara o nome de ‘invasão’, em virtude da movimentação das famílias por ampliação dos espaços de moradias e de sobrevivência econômica.

Assim o gusmão era conhecido. Quem morava na parte supostamente central do povoado, para vir até o local, tinha que atravessar o córrego do gravatá por uma ‘pinguela’, ponte de uma tábua só…

Quando as pessoas queriam citar algum fato ou informação sobre o local, diziam: – ah, lá na invasão!

Essa movimentação sobre a célula embrionária do bairro futuro, tinha uma pessoa como liderança: dona Udda, uma jovem mulher falante, forte e decidida. A vitalidade e a energia das lutas habitavam dona Udda.

Entretanto, uma mulher negra que luta por direitos não é bem vista pelos donos do poder. E dona Udda sofreu a opressão desses homens machistas e gananciosos. Por ter se destacado nas lutas para garanti a ocupação, ela chegou a ser ameaçada várias vezes. Mesmo estando em uma ação que lhe deu destaque, logo os homens deram um jeito de neutralizar a força dessa mulher. O local foi rapidamente liberado para ser um bairro, contanto que o mesmo tivesse o nome de um homem do poder, o desbravador das estradas, um doutor. O bairro ganhou o nome do doutor Gusmão, engenheiro{agrimensor} que trabalhou nas medições de terras para a criação da estrada federal BR 101.

Dona Udda foi mulher negra autônoma, arrimo da família com quatro filhos, primeira liderança na luta por moradia em Eunápolis e conhecida por todos.

Após essas lutas de ocupação que deu origem ao bairro dr. Gusmão, dona Udda fincou residência ali na rua Guarani e criou os seus filhos. Faleceu em 2005, depois de criar vários netos.

Seus filhos: Timba, Veraci, Bade e Roni Brasil.

Este último, após criar a banda Arriba a Saia, faz sucesso no Brasil todo.

Filho de dona Udda.

Deixe uma resposta